Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

Livros & Chá Quente

Livros & Chá Quente

17
Jan13

Divulgação - Objectiva

Lilly

"Dez anos depois de ter saído de Portugal, Ricardo Adolfo conta agora a história de um jovem casal de imigrantes ilegais, que um dia se perde e não consegue encontrar o caminho para casa.

Brito é imigrante ilegal numa cidade que não conhece e cuja língua não fala. Um domingo à tarde, depois da volta das montras, perde-se a caminho de casa com a mulher e o filho pequeno.
E como acredita que para tomar uma decisão acertada tem de fazer o contrário daquilo que acha que está correcto, o regresso a casa revela-se impossível. Depois de uma noite na rua, Brito percebe que se não pedir ajuda pode ficar perdido para sempre, mas se o fizer pode arruinar o sonho de uma vida nova.
Em pouco mais de vinte e quatro horas, Depois de morrer aconteceram-me muitas coisas explora o que é viver imigrado dentro de si mesmo - mais difícil do que qualquer exílio. “E não havia maneira de me habituar a viver morto.” 

Sobre Depois de morrer aconteceram-me muitas coisas:
“A nova literatura portuguesa passa obrigatoriamente por aqui.” valter hugo mãe
“A partir de Amesterdão, onde vive, o jovem escritor português Ricardo Adolfo observa o seu país com feroz e acutilante ironia. Talvez só de longe seja possível ver tão perto. Um escritor que Portugal precisa de descobrir” José Eduardo Agualusa

Sobre Ricardo Adolfo
:
Nasceu em Luanda em 1974. Viveu nos arredores de Lisboa, em Macau e em Londres. De momento vive em Amesterdão.
Ricardo Adolfo divide o seu tempo entre a escrita e a publicidade. O seu trabalho já foi premiado em Cannes, Londres e Nova Iorque. Entre os seus últimos projectos destaca-se a curta-metragem There’s only one Sun, feita em parceria com Wong Kar-Wai."