Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Livros & Chá Quente

Livros & Chá Quente

04
Fev13

Hilary Mantel conquista Costa Book Award of the Year

Lilly

É a primeira vez que um autor vence o Booker e o antigo Whitbread com o mesmo romance.

A britânica Hilary Mantel volta a surpreender, ao adicionar o Costa Book Award of the Year (antigo Whitbread) ao Man Booker. É a primeira vez que um autor vence os dois prestigiados prémios no mesmo ano com o mesmo romance – Bring Up the Bodies. No espaço de três meses, a autora de Wolf Hall, conquistou, ambos pela segunda vez, o National Book Award na categoria ‘Autor do Ano’ e o Man Booker. O novo romance vai ser publicado pela Civilização esta Primavera. 



Título: Wolf Hall
Autor: Hilary Mantel
Tradução: Beatriz Sequeira
Páginas: 680 
Tema: Romance Histórico
PVP: 22,20 €
Lançamento: Abril 2010









“Não vou pedir desculpa, mas vou dizer obrigado. Não estou arrependida, estou feliz, e vou tratar de
assegurar que escrevo mais livros merecedores de prémios”, garantiu Mantel na cerimónia de entrega deste prémio literário, ontem, em Londres.

    A decisão do júri, que incluiu a entrega de um cheque de 30 mil libras (cerca de 35 mil Euros), foi unânime.
Segundo afirmou a sua presidente, Jenni Murray, “não podíamos permitir que o número de vezes que [este
romance] foi laureado afetasse a nossa decisão. Foi simplesmente o melhor livro”.

Em outubro, Hilary Mantel fez história ao ser o primeiro autor britânico – e a primeira mulher – a receber
duas vezes o Prémio Man Booker e o seu livro, Bring Up the Bodies, ser a primeira sequela a vencer a
prestigiada distinção literária nos seus 43 anos de história. O romance Wolf Hall, em 2009, e agora Bring Up the Bodies, a publicar em 2013, são dois títulos com a chancela da Civilização.

Na cerimónia de entrega do Man Booker, em outubro, ironizou: “Não sei. Espera-se vinte anos pelo Prémio
Booker e, de repente, surgem dois ao mesmo tempo”. O romance premiado, Bring Up The Bodies, que tem
merecido ótimas críticas por parte da crítica internacional, é um romance sobre a queda de Ana Bolena vista
pelos olhos de Thomas Cromwell, o ambicioso primeiro-ministro de Henrique VIII. Segundo o júri, este livro é ainda mais impressionante que o seu antecessor, Wolf Hall, vencedor do mesmo prémio em 2009.

   Hilary Mary Mantel, escritora e crítica literária britânica, nasceu em Derbyshire (Inglaterra) em 1952. Com mais de uma dezena de obras publicadas, Hilary Mantel foi já distinguida com diversos prémios e
condecorações ao longo da sua carreira. Em 1987 venceu o Shiva Naipaul Memorial Prize; em 1990 venceu o Southern Arts Literature Prize, o The Cheltenham Prize e o Winifred Holtby Memorial Prize pelo seu livro Fludd. Ainda na década de 1990, a autora ganhou o Sunday Express Book of the Year e o Hawthornden Prize.

Em 2006, Hilary Mantel foi finalista do Commonwealth Writers Prize (Eurasia Region, Best Book) e do Orange Prize for Fiction com o livro Beyond Black.



30
Jan13

Novidade - Nascente

Lilly
Imagem intercalada 2


    Haziel, a maior autoridade mundial em angelologia e autor do livro de referência O Nosso Anjo da Guarda Cura-nos, oferece, em Os Anjos do Amor, conselhos de inspiração para que o Amor reine no mundo.

A Nascente disponibiliza, aqui, um pouco do livro para conhecer um pouco melhor os Anjos do Amor.

Haziel é um pseudónimo cabalístico usado pelo autor, F. Bernard-Termés. Nascido na Catalunha, no seio de uma família dedicada ao estudo da Cabala, Haziel foi professor antes de se dedicar por completo ao aprofundamento do estudo esotérico, particularmente dos Anjos da Guarda e da Cabala. Devido às suas obras, publicadas em vários países, Haziel é hoje considerado a maior autoridade em Angelologia.